19 Projetos 6 Sigma

É uma metodologia inovadora centrada na eliminação dos defeitos de processos e que tem como objetivo máximo proporcionar aos clientes desse processo um serviço/ produto, próximo da perfeição. Para as organizações que já aderiram a este sistema, a implementação de uma estrutura baseada no “6 Sigma”  é o único meio de satisfazer plenamente os clientes.

O termo “6 Sigma”, estatisticamente, representa a variação mínima desejada no decorrer dos processos que têm impacto sobre o cliente. Entende-se assim que, ao reduzir a probabilidade de falhas e defeitos, é otimizada a relação com o cliente e consequentemente o desempenho da organização em termos operacionais e financeiros.

Em termos práticos, as organizações que desenvolvem o sistema “6 Sigma” na sua estrutura têm como meta atingir 3,4 defeitos por cada milhão de oportunidades, assumindo-se uma oportunidade como todos os momentos em que uma organização pode falhar durante a execução de um processo. A aplicação desta metodologia assenta na implementação de um sistema baseado na mensuração e monitorização de processos, para que os desvios à ‘normalidade’ sejam evitados ao máximo, de forma que, as consequências nefastas que daí possam advir, sejam igualmente evitadas.

A aplicação da metodologia passa pelas seguintes fases: DMAIC  (Define, Measure, Analyse, Improve, Control)a) Definição (Identificação de problemas e processos);

  1. Medição (caracterização atual e desejada do processo);
  2. Análise (estudo do impacto de cada variável sobre o processo);
  3. Melhoria (realização de experiências através de modelos matemáticos);
  4. Controle (acompanhamento do processo de melhoria).

Trata-se de uma metodologia que atravessa toda a organização e que requer responsáveis pelo desenvolvimento de melhorias contínuas. Todos os envolvidos nos processos necessitam obter formação adequada para que, no longo prazo conjuguem o seu desempenho com os padrões desejados.

Sigma (desvio padrão) é uma medida estatística que quantifica a variação existente entre os resultados (produtos) de qualquer processo ou procedimento:

–  Se o valor do desvio padrão(s) é alto, há muita variação entre os resultados do processo (pouca uniformidade).

–  Se o valor do desvio padrão é baixo, há pouca variação entre os resultados do processo (muita uniformidade).

Quanto menor o valor do desvio padrão, melhor o processo!

Trata-se de uma metodologia Orientada por Processos. É, portanto uma ferramenta fundamental, usada pelo gestor de processos, para a melhoria contínua.

Requisitos:

Uma das dificuldades de implementação do 6Sigma é a indisponibilidade de dados estatísticos históricos, relativos aos processos alvo.

Resultados:

Diminuição do número de erros que ocorrem nos processos. Diminuição das variações das medidas de eficiência e eficácia dos processos

Aplicação:

6 Sigma é um eficaz mecanismo de Melhoria Contínua de Processos. Quando surgiu, o 6 Sigma estava limitado a ambientes de fabricação complexos. Mas hoje, ele se espalhou para todas as indústrias e todas as áreas funcionais. De acordo com uma pesquisa feita pela Quality Digest, a distribuição dos programas Six Sigma se espalhou para um crescente número de áreas do negócio.

  • ­Administração
  • Fabricação
  • Engenharia
  • Teste/Inspeção
  • Operação de fábrica
  • Atendimento ao consumidor
  • Pesquisa/Desenvolvimento
  • Compras
  • Vendas/Marketing
  • Remessas/Recebimento
  • Controle de documentação
  • Prevenção de poluição

Mesmo assim, ele não serve para todas as organizações e todos os processos. Muitas organizações pequenas simplesmente não têm ainda os recursos necessários para implementar o Six Sigma. E outras, com suficientes recursos, às vezes, não têm o apoio suficiente da alta gestão essa iniciativa de Six Sigma.

Cordialmente,

Pedro Osorio souza Mello   ./

Fique à vontade para me contatar:    pepontomello@gmail.com                                                     Abril – 2015

Curso Gestão de Processos

Anúncios